segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

10 anos

Ontem, 10 anos.

E hoje vejo o seu sorriso, que antes me pegou no colo, naquele que hoje, tão pequenucho, eu pego no meu colo.

Saudades...

E sempre teremos nosso reencontro, nas minhas memórias infantis...

E quem sabe, se por acaso existirem essas energias leves que animam a matéria, não nos encontraremos em um plano distante?

E quem sabe, se neste mundo de matéria em que tudo se transforma, não nos encontramos transformados em sementes de uma linda mangueira?

Mas quer maior reencontro que este sorriso no meu colo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário