sábado, 27 de novembro de 2010

6 meses!!!!!!!!!!

Hoje o Pi completou 6 meses...
6 meses de saúde, tranquilidade, descobertas, transformações, intensidade, e de AMAMENTAÇÃO EXCLUSIVA!!
Com muito orgulho e alegria, completamos essa etapa!

De:
3,640kg no nascimento para 6,125kg com 5meses e meio;
52,5cm para 66cm;
1 febrinha só nesse tempo;
umas poucas cólicas;
1 gripezinha;
1 assadurinha chata.
E muitaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa curiosidade!!!

Hoje ele experimentou pela primeira vez(ao menos a primeira não acidental, porque ele estava louco para comer e as vezes arrancava bananas e frutinhas das nossas mãos...hehehe) suco de melancia, se lambuzou todo e tomou um monte, adorou!

E depois mamou que nem um louco no colo da mamãe(o que me deixou tremendamente feliz, porque eu não quero parar de amamentar até pelo menos os dois anos!).

Quero agradecer com todo carinho a todos os que estiveram presentes nessa jornada da maternidde ativa!

Primeiro, a todas as mulheres nessa jornada linda antimachismo e antimisoginia, rompendo todos os tabus que aprisionam nossos corpos, nossos partos, nossos peitos leiteiros, que nos dizem incapazes e nos mutilam dos deliciosos prazeres (sexuais, inclusive) da maternidade. A todas as mulheres do Parto Humanizado e Maternidade Ativa, meu imenso agradecimento, por toda a informação, apoio psicológico(virtual e presencial), depoimentos, alegrias... Em especial, claro, a Ana Cris, a Lara, a Ana Paula, a Larissa, a Priscila e a Maria Clara, que estiveram nos rodeando com todo o aparato da melhor assistência, que toda a mulher deveria ter nessa hora - e um dia nós conseguiremos esse direito!

A minha mãe e minha avó, mulheres de ferro, que eu quis honrar nesse processo, e o fiz com muito orgulho...Mulheres de quem tive referência, e que me deram forças (minha avó, pela história na minha memória, minha mãe, por tudo, desde me ter concebido, a ter passado 1 mês aqui comigo).

Ao meu pai, que brigava com alguns machismos dele, que eu tenho como referência de homem carinhoso e pai presente...Lembrança forte dele abraçando a minha mãe, contando piada com a minha avó, e limpando a casa com as músicas italianas...Saudade!

Aos meus amigos que estiveram por aqui todo esse tempo, por quem nos apaixonamos todos, desde a gravidez até os meus momentos de solidão pós parto, fazendo de tudo, da risada à arrumação do quarto...E até aguentando meus surtos de ódio, hehehe...Amigos que estiveram aqui tanto para rir das gracinhas do Pi até lavar lençóis sujos de sangue, para compartilhar indignações e conspirar revoluções...

Ao Seu Tião, que tantas coisas lindas me diz desde a gravidez e que tantas vezes me fez comida quando eu ficava sozinha em casa, louca de fome, tantas vezes segurou o Pi para que eu tivesse descanso; a todos da República do Pesto, essa comunidade linda onde eu moro, que me nutri da melhor comida, do ambiente mais sincero e gostoso, da compreensão e do companheirismo, que por um tempo até me dispensou de fazer limpeza da casa...

Mas a ninguém eu devo tanto quanto ao Capi.
Agradeço a loucura, agradeço ao fato de vc existir, agradeço todos os dias por vc ter tido a maluca ideia de falar de ter filho, agradeço por toda a paciência que vc teve comigo, todas as lágrimas que vc secou(de antes de te conhecer inclusive), toda a sua vontade de ir contra o machismo e contra a maré do mundo, agradeço por você se preocupar comigo de tantas formas, por vc me dar força para quebrar tantas correntes, por sonhar comigo, por ser meu mais delicioso amante, por realizar meus devaneios e por me fazer demolir um milhão de salas de jantar...Você é o pai mais dedicado que eu conheço, um homem sem igual, um homem de verdade. Eu te amo, Capi, e não teria chegado no grau de felicidade de hoje sem vc.

Um comentário:

  1. Que lindo o depoimento! Parabéns! Quando eu for ter o meu filho, já tenho a quem perguntar sobre parto humanizado!
    Um beijooooooooo
    Lilian (amiga pedagoga)

    ResponderExcluir