quinta-feira, 20 de maio de 2010

flamenco

Ouvindo Paco de Lucía, enlouquecendo um pouco.
Preciso dançar, mas os vizinhos me matariam agora.
Que coisa linda esse flamenco nos meus ouvidos...
É algo que me desperta alguma coisa indescritível.
Amanhã tem dança p/ gestantes no grupo de parto. Mas certamente não será o Flamenco que sempre me gritou no corpo.
Ah, ano que vem...Ano que vem eu volto. De qualquer jeito...
Abro mão de muita coisa para isso.
E o Pietro também sente esse som, mexe loucamente dentro de mim ao ouvi-lo...
E quem não se contagia por isso? É possível?
Flamenco me faz voltar a mim mesma, mergulhar, entrar nessa coisa toda de ser mulher, do sangue vermelho que me pulsa as veias e o coração...

Nenhum comentário:

Postar um comentário