sexta-feira, 23 de abril de 2010

In...

Chego ao fim da gravidez...
35 semanas, logo logo teremos um pequeno entre nós...
A sensação?
Na verdade a sensação que perpassa a gravidez toda, e nesse final vem absolutamente mais forte, é a volta ao próprio corpo, ao eu...É um movimento introspectivo, a gravidez toda é assim.
Mas esse final é mais ainda; parece que eu vou juntando minhas coisinhas, canalizando minhas sensações, minha atenção, para preparar meu corpo, minha mente e meu espaço p/ esse serzinho que está dentro de mim...
E é meio estranho, eu vou perdendo a vontade de sair de casa, do meu quarto, fico concentrando minhas energias todas...Durmo mais, fico horas lendo sobre cuidados com bebês, e mais horas imaginando como ele é, e mais horas e horas num tesão tão centrado no meu próprio corpo...É um preparativo para o parto, para a abertura total de meu ser, a chegada desse pequenino...
É estranho como a mentalização de dor e prazer se misturam tanto agora, na minha imaginação. E é estranho esse movimento tão introspectivo...
As coisas ainda me inflamam, mas eu ando passando longe do fogo. Me volto aos meus fluidos, ao ar que circula dentro de mim, à terra de que é feito o meu corpo...Mas nada como as águas...
Eu preciso dançar, embora não consiga por causa de meus sapatos que não entram nos meus pés inchados, dançar porque nada é mais introspectivo de tudo o que faço do que a dança. Eu me calo, eu esqueço as palavras, eu perco a razão, eu só consigo prestar atenção no meu corpo e no som que o guia. E isso é na verdade bem parecido com esse processo todo do fim da gravidez...

Isso é tudo muito maluco, muito mágico...

Me despeço agora. Meu corpo pede cama, meus olhos ensaiam fechar. Minha respiração se aprofunda e meus músculos inteiros se amolecem...

2 comentários:

  1. aaaaaaaaah, fico tranquilo e feliz de ter estado contigo pelo menos numa noite de gravidez!

    ResponderExcluir
  2. Texto delicioso como qualquer escrito de Rubem Alves.

    Desejo tudo de bom pra vocês!

    ResponderExcluir