quinta-feira, 1 de abril de 2010

46 anos de ditadura

Enquanto a América Latina tentava se libertar do câncer de ser colônia, ainda, lá pela década de 60, a direita espertinha preparava seu grande golpe. Claro, o risco era pipocar Cubas e perder o quintal todo. E qualquer tentativa nossa de se libertar minimamente de nossa triste miséria, realidade dura, era um sério ataque aos donos do quintal...

Claro que a direita brasileira, muito bem respaldada pelos donos do quintal, saiu na frente. "Façamos a revolução antes que o povo a faça", diriam os milicos, e assim, no dia 31 de março de 1964, deram o golpe no Jango, golpe que chamaram(e talvez ainda chamem) de revolução.

Fecharam-se projetos ligados a educação, caíram todas as medidas contra a fome, exilaram-se e demonizaram-se os "comunistas"(todos os que estavam minimamente ligados a esses projetos...) e o Brasil novamente fica sem nenhum plano de país. A classe média papagaia dos valores burgueses, gli indiferenti, aplaude o novo estado, e resolve que é melhor mesmo alguém que os defenda do horror da partilha de seus podres bens, do horror de comunistas comendo suas criancinhas (sendo que os reais comedores de criancinhas são eles mesmos e sua indiferença pela situação das outras classes...)...

É melhor calar, e silenciar, é melhor abafar a revolução sexual pervertida que está a ocorrer, é melhor proibir o gozo e a imoralidade... Proíbam aranhas, cálices, maconhas, proíbam vermelhos, barrigas solteiras libertas e juventudes...

E a América Latina já tem um tirano em 64, em seu maior país...O cerco se fecha, e os outros países vão caindo nos golpes....golpes, golpes, sucessivos, violentos, torturantes...

Dizem que a ditadura acabou lá pro meio da década de 80...Dizem tanta coisa...
E já ironizava Raulzito em "Abre-te sésamo" a tal abertura...

E hoje, nós na nossa democracia que mais parece o governo do demo mesmo, cá estamos com níveis altíssimos de tortura pelas prisões e favelas afora(que não por acaso são em sua maioria negros...sabiam que a escravidão também nao acabou?), sem reforma agrária, com 70% de analfabetos funcionais, sofrendo processos sumários por estar em organizações estudantis, sem saúde, e, a despeito da mercantilização do sexo, com o mesmo moralismo nojento de sempre, nós e nosso altíssimo nível de crimes de homofobia e de violência contra a mulher...

E a classe média continua a bater palmas e a temer "comunistas", e agora também teme os "favelados" e os perigosíssimos "maconheiros"...é galera, é melhor por chave na geladeira, antes que os comunistas dividam o queijo caro e o caviar(fica ótimo com braço de criança refogado!), os favelados miseráveis os devorem, e os maconheiros em sua larica perigosíssima comam até o gelinho do congelador...

46 anos depois e eu pergunto: saímos da ditadura?

Nenhum comentário:

Postar um comentário